Análise e Discussão Big Data

4 motivos para usar Big Data Analytics no RH

Big Data Analytics no RH
0

Big Data é a “buzzword” do momento. Além de ter se tornado uma expressão usual — como um conceito que representa proeminência e inovação —, é um conhecimento que tende a abarcar vários departamentos de forma positiva e significativa. Nesse contexto, o Big Data Analytics no RH emerge de maneira considerável.

As plataformas de Analytics têm se tornado de uso massivo entre executivos de várias áreas. Os setores de finanças, comunicação, marketing e RH (apenas para citar alguns) estão cada vez mais usufruindo dos benefícios desta poderosa ferramenta.

Veja no post de hoje 4 motivos para você usar o Big Data Analytics no Recursos Humanos da sua empresa:

Contratações mais alinhadas à empresa

A mineração de dados é algo que certamente está revolucionando os departamentos de RH em todo o mundo, pois finalmente as decisões estão sendo baseadas em dados realmente concretos. Com a possibilidade de analisar e aplicar as pesquisas de forma adequada — com a segmentação correta, fazendo hipóteses bem direcionadas e com perguntas pertinentes —, a quebra de mitos e do “fazemos assim porque sempre fizemos” está declarada.

Muitos executivos não viam contribuição real por parte dos serviços de RH para o faturamento das corporações. Mas isso está mudando e as transformações já começam na evolução da forma de prospecção de novos talentos. Com a utilização da mineração de dados, os talentos a serem contratados tendem, cada vez mais, a estarem alinhados verdadeiramente com as reais necessidades da organização. Isso implica em redução de custos e aumento da eficiência nas contratações, “sem achismos”.

Se antes os departamentos de RH tinham de amontoar centenas de currículos impressos em pilhas para serem analisados um a um, agora basta fazer pesquisas na própria base de dados da empresa, cujo acesso dos candidatos pode ser disponibilizado no próprio site da corporação no “Trabalhe Conosco” ou em redes especializadas em prospecção de profissionais, como o LinkedIn.

Acompanhamento das vendas

Até pouco tempo, a forma como as análises ocorriam no meio corporativo — e em grande parte ainda ocorrem — dependiam exclusivamente das informações de cada departamento separadamente.

Hoje, as tendências apontam para uma análise holística, em que vários setores dentro de uma organização trabalham colaborativamente, a fim de tornar os insights mais qualificados. Muitas vezes, os apontamentos mais vantajosos apenas podem ser feitos após análises de bancos de dados que englobam todo o setor produtivo de uma empresa. Dessa forma, o RH pode tranquilamente acompanhar com sua data-base o processo de vendas.

Definição e treinamento do trabalho dos gestores

Aquela figura do executivo ou CEO intocável tem se desmistificado na era da informação. As corporações estão mais exigentes, requerem as pessoas adequadas para as funções corretas. A alta gestão não escapa disso e o Big Data Analytics contribui significativamente para esse novo mindset.

É óbvio que o critério humano não se exclui em nenhuma etapa dos processos. O Big Data é uma ferramenta imprescindível para a adequação às exigências das novas formatações do mercado, mas que carece de equipes capacitadas para a realização das operações. Quando ocorre a fusão desses elementos, obtêm-se feedbacks interessantes e complexos.

Nada como uma base de dados bem modelada e organizada para apontar os principais nomes da alta gestão, favorecendo a consolidação de uma futura governança visionária e firme.

Analisar as falhas nos processos de trabalho

O Big Data Analytics no RH também permite que os erros nas sequências de trabalho sejam identificados com muita rapidez, agilizando os processos corretivos, sobretudo aqueles que demandam resolução imediata. Com isso, o custo operacional é reduzido ao máximo.

De fato, a coordenação dos Recursos Humanos de toda a organização tende a ser facilitada quando organizada em Big Data. A mineração simplifica os apontamentos e estes podem ser realizados de forma sistematizada, englobando todos os setores envolvidos. A assistência de toda cadeia produtiva tornou-se clara e tangível — mesmo em larga escala.

Ao usufruir de todos esses benefícios, o setor prevê uma maior agilização dos processos, uma redução de custos significativa e uma real entrega de valor para os gestores — uma verdadeira gama de informações e sugestões de procedimentos com alta fundamentação.

Como está o RH da sua empresa? Já começou a aplicar Big Data no setor? Compartilhe com a gente as suas dúvidas sobre o assunto e continue acompanhando nossas dicas aqui do blog!

Baixe_aqui_seu_Ebook_4

  • Gabriel Lima Gomes

    Bom dia,

    Muito bom post.
    Atualmente fiz um trabalho de mineração de dados na área de RH, mas voltada mais para gestão de pessoas, relacionando a vida profissional e pessoal.

    Essa área de BI, BIG DATA, DM entre outros tendem a crescer muito no Brasil, mas depende muito de profissionais qualificados, o que falta muito infelizmente.

    • Hekima

      Olá, @gabriellimagomes:disqus!

      Muito obrigado pelo seu comentário. De fato é uma área com muito espaço para crescer no Brasil, mas que atualmente carece ainda de profissionais preparados.

      Esperamos que em um futuro próximo isso mude.

      Ah, e se quiser, fique à vontade para compartilhar seu trabalho conosco. =)

      Abraços.