Análise e Discussão Big Data

Internet das Coisas: entenda na prática o que é com estes 4 objetos

internet das coisas
1

Uma das tendências que mais causam expectativa nos admiradores de tecnologias, sem dúvidas, é a tal Internet das Coisas, também conhecida como IoT (Internet of Things).

Talvez você já tenha ouvido falar algumas descrições sobre o assunto, mas além dos tradicionais exemplos de automação residencial existem diversas outras funções e invenções nesse contexto.

É Big Data Analytics aplicado aos objetos que você usa no seu dia a dia!

Já falamos sobre esse assunto aqui e mostramos como tudo isso pode ser a oportunidade para grandes melhorias nos processos e ferramentas de relacionamento com clientes.

Mas ainda assim, podemos destacar outras iniciativas e inovações (algumas bem úteis, outras nem tanto) para ajudar você a entender melhor o que é Internet das Coisas. Veja abaixo:

Pulseira: mais atenção à saúde

A Nike tem um exemplo bastante relevante sobre a Internet das Coisas. Já utilizada por muitas pessoas, mas que não necessariamente sabem que o item é uma tecnologia relacionada à IoT, a pulseira inteligente  Nike+ FuelBand SE registra movimentos dos usuários para ajudá-los a entender melhor sua saúde.

Um aplicativo de alta conectividade no smartphone armazena todos os dados registrados pela pulseira. Após isso, é possível receber inúmeras avaliações sobre as atividades físicas praticadas pelo usuário e seu desempenho.

O sistema ainda é capaz de analisar os grandes volumes de dados coletados diariamente por cada user e enviar dicas e ideias de exercícios personalizadas, de acordo com o rendimento de cada um.


Leia também: Como soluções de Big Data podem ajudar atletas e esportistas?


Capacete: IoT para motociclistas

A Skully Hemelts lançou um acessório completamente diferente: um capacete inteligente e conectado.

A criação do produto só foi possível graças à chamada Heads-Up Display (HUD), tecnologia que sugere que se tenha as mãos livres durante o uso de qualquer dispositivo. Trata-se de um capacete que possui uma micro tela projetada na parte inferior do visor. Ali é possível ver imagens da câmera traseira do capacete (que pode girar 180 graus) e orientações do GPS que se conecta com o celular.

Completamente integrado via Bluetooth, o gadget ainda permite enviar mensagens de texto, fazer e receber ligações telefônicas e controlar o tocador de músicas usando apenas os recursos do capacete inteligente!

Basta saber se esses vários recursos ainda garantem atenção ao piloto e não oferecem riscos.

Máscara: mais qualidade de sono

O nosso sono é uma grande fonte de Big Data, acredite! E esse projeto, fruto de um financiamento coletivo, pode provar isso e melhorar muito o período de descanso de todo mundo.

A NeuroOn é uma máscara que deve ser usada pelo usuário ao dormir. Ela monitora todos os sinais da pessoa ao descansar: tensão muscular, movimento dos olhos, ondas cerebrais, dentre outros. Cada dado recolhido é usado para otimizar seu sono.

A máscara é capaz de ajudar o usuário a entender a melhor forma de acordar, o tempo ideal de sono e garantir mais qualidade no descanso.

Toalhas: economia de milhares de dólares para hotéis

É um pouco estranho pensar nisso, mas o fato é que o roubo de toalhas passou a ser um problema real em alguns lugares.

Por exemplo, estima-se que a quantidade de toalhas roubadas todos os meses em um hotel varia entre 5% e 20%. Tal valor torna-se significativo considerando que as toalhas vêm sofrendo aumento de preços (sobretudo as de algodão).

De acordo com a revista Time, para tentar diminuir o prejuízo, três hotéis estão testando uma ferramenta inovadora. Localizados em Nova York, Miami e Honolulu, os hotéis implementaram etiquetas RFID nas toalhas. Com isso, um sistema computadorizado consegue rastrear os tecidos e evitar os sumiços.

Graças a essa solução, um dos hotéis conseguiu economizar US$ 15 mil. Antes de implementar o sistema, cerca de 4 mil toalhas eram roubadas por mês e, após a novidade, o número caiu para 750.

Surpreendente, certo?

Quer entender mais sobre o assunto? Veja abaixo um vídeo que, de forma bem objetiva e simples, explica o impacto que a Internet das Coisas pode causar no mundo. Se tudo estiver conectado à internet, inclusive os seus tênis, por exemplo, muita coisa na sua vida pode melhorar!

E você? Já pensou em algum objeto que poderia ser usado de melhor maneira se envolvessemos Big Data e o uso inteligente dos dados?

Compartilhe com a gente!

Related Post