5 palestras do TED que farão você pensar em Big Data

134
Add

Você já ouviu falar de uma série de eventos que acontece ao redor do mundo com palestras inspiradoras, assistidas e compartilhadas por milhares de pessoas na internet?

Sim, estamos falando do TED, projeto fundado em 1984, que tem como principal objetivo difundir ideias que são impactantes, inovadoras e extremamente relevantes – incluindo Big Data!

Embora ainda estejamos no início de uma grande história e só agora começamos a ver pautas sobre Big Data Analytics se popularizarem, os brilhantes palestrantes do TED já tocavam em assuntos relacionados ao poder dos dados, da tecnologia e da internet das coisas há bastante tempo.

Confira 5 apresentações do TED que são perfeitas para quem quer pensar em Big Data!

Coloque os fones, dê o play e depois compartilhe conosco sua opinião!

1- Big Data is Better Data

Realizada em Berlim, em 2014, essa palestra traz provocações sobre o nosso futuro relacionado à evolução tecnológica.

Kenneth Cukier desperta perguntas relacionadas aos carros que dirigem sozinhos, ao aprendizado das máquinas e, sobretudo, ao conhecimento humano.

2- O que vamos fazer com todo esses dados?

Será que um conjunto de dados pode nos trazer mais sucesso? Quem acompanha o Big Data Business sabe que sim, mas muita gente ainda não entende todo o potencial do Big Data.

Susan Etlinger explica isso de forma brilhante através dessa palestra.

3- Big data e a revolução na área da saúde

Guardar dados globais sobre saúde nunca foi o suficiente para evoluirmos e melhorarmos a vida das pessoas. Trabalhadores atravessavam aldeias, longas distâncias para bater nas portas de comunidades, preencher formulários sobre suas condições e armazenar esses dados. Apenas armazenar.

Dr. Joel Selanikio consegue combinar tecnologia e dados para resolver os desafios da saúde global, e é sobre isso que fala em sua palestra.

4- Como os dados vão transformar os negócios

O que podemos esperar do futuro dos negócios? Philip Evans faz uma apresentação sobre o despertar de estratégias baseadas no uso de Big Data.

5- Colin Cemerer: Neurociência, teoria dos jogos e macacos

E se coletarmos dados sobre o comportamento dos primatas e compararmos isso tudo aos hábitos dos humanos? Camerer fez isso e apresenta como os chimpanzés, do ponto de vista da teoria dos jogos, podem ser superiores aos seres humanos. Os testes de memória, pelo menos, são impressionantes.

Ainda que indiretamente, entenda o papel crucial que os dados desempenharam nessa pesquisa:

Quer se inspirar ainda mais? Siga-nos no facebook e twitter para acompanhar todos os nossos artigos sobre Big Data Analytics, Business Intelligence e Data Science para gestão de negócios!

Top