Análise e Discussão Big Data

Big Data é ótima ferramenta para agricultura

agricultura-hekima-bigdata
1

Quando se pensa em tecnologia aplicada à agricultura, logo vem à cabeça insumos como fertilizantes ou agrotóxicos, biotecnologia ou máquinas mais eficientes para produção e manejo.

Mas não é só isso. Big Data está atuando de forma tão ampla na agricultura que até o seu feijão com arroz de todos os dias já tem a influência dos dados.

O presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Maurício Antonio Lopes, afirma que desde a década de 80 a tecnologia de dados já é parceira da agricultura. Ele ainda ressalta que o Brasil tem um dos dez melhores serviços de metereologia do mundo, graças aos dados correlacionados de imagens de satélites e medições de estações meteorológicas feitas por cientistas dos institutos de pesquisas INPE e INMET.

Veja, no artigo de hoje, como Big Data está presente também na agricultura.

Na chuva, no campo ou na fazenda

Seguindo essa vocação tecnológica, a Embrapa é uma das instituições que vem utilizando bem a análise de dados. Um exemplo é o emprego de um veículo aéreo não tripulado (VANT) para colher imagens e dados que indicarão se a lavoura precisa de irrigação, reforço na adubação ou já pode ser colhida. As imagens capturadas pelo VANT são comparadas com padrões já armazenados e podem detectar também lesões em frutos, medindo a intensidade do ataque de pragas ou doenças e indicando o controle adequado. É puro Big Data!

Ainda para o presidente da Embrapa, Big Data é uma revolução no dia a dia da agricultura. “Daqui para o futuro, o setor privado vai usar Big Data para multiplicar nosso acesso a serviços e bens de consumo. O setor público vai usá-lo para suporte à formulação, melhoria e implementação de políticas públicas em áreas sensíveis tais como medicina, saúde pública, produção de alimentos e meio ambiente”, diz ele.

Em se plantando, tudo dá

Se “forçarmos a barra”, podemos dizer que, a grosso modo, a análise de dados já era utilizada nos primórdios da agricultura, quando o homem analisava a melhor hora para o plantio ou se determinada espécie de grão se adequava ao clima de uma região. O tempo passa, os dados acumulam e a tecnologia avança. Hoje se produz imensamente mais do que nos primórdios.

E como Big Data pode ajudar? Aprimorando o que já era feito antes.

Grandes empresas da área de fertilizantes, como Bayer e Dow Chemical, têm se dedicado às pesquisas e à análise de dados para economizar e tornar mais eficiente o uso dos produtos nas lavouras. Máquinas equipadas com GPS fazem a análise do solo, softwares detectam as condições atuais, cruzam os históricos climáticos e cada pedaço de chão recebe uma dosagem diferente de produto, de acordo com a necessidade, sendo mais eficaz e gerando economia de insumos.

Como disse Warren Preston, do Departamento de Agricultura dos EUA, “os aplicativos de dados vão levar a uma produtividade maior com a utilização dos mesmos recursos”. Ele chama ainda Big Data de “próxima turbinada na produtividade”.

Economia de água

Big Data também ajuda a solucionar um dos problemas relativos à agricultura, que é responsável por 70% (!!!) da água consumida no planeta. E se até 2050 a produção agrícola precisa crescer 60% para atender a demanda de pessoas no mundo… bom, essa conta não fecha.

Para solucionar esta questão, sensores em máquinas têm ajudado na otimização do uso da água, monitorando as condições de raízes e cruzando dados já existentes de condições ambientais. A partir disso é possível entender se há necessidade, ou não, de irrigar esta ou aquela parte do solo. Além disso, esses sensores geram também mapas para predições futuras.

Big Data chegou para mostrar que é possível aprimorar os processos de todas as áreas, da logística à medicina, e que “colher” dados é o próximo passo na agricultura. O agronegócio tem aumentado seus investimentos no poder das informações, a fim de dominar essa prática milenar da qual muita gente supunha saber tudo.

E você, onde mais acha que Big Data pode atuar e auxiliar de maneira semelhante à feita na agricultura?

Baixe_aqui_seu_Ebook_08