Análise e Discussão Big Data

Business Intelligence e Big Data: qual a diferença?

business intelligence e big data
4

Qual a diferença entre Business Intelligence e Big Data? Você sabe responder essa questão?

Apesar de lidarem diretamente com dados e estratégia, os dois conceitos, que vem ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios, tratam de assuntos, técnicas e formas de trabalhos bastante diferentes.

No artigo de hoje, você vai entender tudo sobre essa diferença entre Business Intelligence e Big Data e descobrir porque uma parceria entre eles pode impulsionar sua análise de dados de forma surpreendente!

Uma coisa é Big Data

O avanço da tecnologia tem permitido que incontáveis dados sejam trocados entre as pessoas por meio de diferentes ferramentas. Quando estas trocas apresentam um grande volume de dados variáveis, que podem ser analisado e processados em alta velocidade, toda essa carga de informação recebe o nome de Big Data.

Os dados podem vir de sites, posts de redes sociais, relatórios financeiros, ferramentas de CRM, aplicativos para smartphones, registros de IPs, imagens, vídeos, músicas e vários outros tipos de fonte. Eles são classificados como estruturados (por exemplo, dados catalogados e separados em planilhas de Excel) e não estruturados (como se fossem “virgens” de alguma análise; dados brutos). Ao trabalho de refino e análise por algoritmos e softwares de alta capacidade processual, damos o nome de Big Data Analytics.

É justamente neste aspecto que se encontra o diferencial em Big Data: a possibilidade de focar no processamento de dados em busca de correlações e descobertas. Nos últimos anos, as empresas têm voltado o olhar para a existência de Big Data em relação a vários tipos de informações relacionadas a seu cotidiano (ambiente interno, concorrência, tendências, sociedade etc).

Esta percepção tem impulsionado práticas de Big Data Analytics e revolucionado mercados. Um número cada vez maior de companhias tem analisado grandes volumes de dados, em tempo hábil, para conseguirem enxergar caminhos e associações novos, gerando vantagens competitivas. Inúmeros resultados passaram a ser alcançados em tempo real, tudo obtido por meio de perguntas que só puderam ser respondidas graças à disponibilidade de dados.

Vale ressaltar, no entanto, que implantar soluções de Big Data Analytics em uma organização exige maturidade administrativa e experiência, afinal o grau de complexidade e exigência de conhecimento do operador é maior. É aí que entra o conjunto de ferramentas estratégicas que definem Business Intelligence!

Banner Simplicidata

Outra coisa é Business Intelligence

Em português, o conceito de BI é traduzido como “Inteligência de Negócio” e consiste na possibilidade das pessoas acompanharem tudo o que ocorre no negócio, assim como também no mercado. A ideia de Business Intelligence proporciona, portanto, um melhor entendimento da base de dados da empresa, gerando saídas lógicas e estratégicas. É uma espécie de bússola criada para nortear as ações tomadas por uma organização, com base em dados estruturados, ou seja, todos eles exatos e objetivos.

Pensando visualmente nestes dados, eles são acessados por meio de tabelas dinâmicas, de análise de performance ou painéis interativos, como os dashboards. São fontes de dados que mostram o desempenho da equipe em produtividade, dão um panorama das gestões internas de pessoas e materiais, fornecem informações que irão auxiliar o desenvolvimento do negócio.

O diferencial que BI dispõe é o de facilitar o acesso a dados e informações exatas e essenciais para guiar a tomada de decisão. Quem trabalha com BI ocupa cargos estratégicos dentro de uma companhia justamente para entender com clareza todas as ocorrências que interferem diretamente na performance da empresa.

Business Intelligence e Big Data = Sucesso!

Vamos recapitular: BI interpreta as informações existentes na realidade e rotina da empresa, definindo assim as melhores hipóteses. Já Big Data, ou melhor dizendo, Big Data Analytics, aponta para novos caminhos a partir da busca e estruturação de dados que vão tornar o primeiro processo mais rico e eficiente.

Agora que você já sabe que soluções de Big Data Analytics mineram dados com precisão inigualável e que ferramentas de B.I. tangibilizam informações para facilitar decisões, que tal começar a explorar, na prática, a área de interseção dessas duas formas de fazer negócios?

O primeiro passo é buscar soluções inteligentes e personalizadas que serão capazes de se adaptar às necessidades da sua empresa!

O resultado é garantido: gigantes, como a Amazon, ou negócios inovadores, como Uber e Netflix, são alguns cases que mostram do que essa combinação é capaz!

Conhece outros usos de Business Intelligence e Big Data em empresas? Compartilhe com a gente!

Baixe_aqui_seu_Ebook (5)