Análise e Discussão Big Data

Como Big Data ajuda a minha empresa a aumentar as vendas?

vendas
1

Big Data é o maior feixe de oportunidades para as áreas de marketing e vendas desde que a Internet se popularizou, há quase 20 anos.

As organizações de hoje colecionam uma profusão de dados que escondem, em sua forma bruta, as mudanças de comportamento do consumidor e o aumento da pressão competitiva.

No mundo dos negócios, sai na frente quem conseguir lapidar todo esse volume de informação a seu favor. 

Um estudo recente da empresa de consultoria norte-americana McKinsey materializou o que até então era percebido apenas de forma intuitiva pelo mercado: 15% do aumento na margem de lucro das empresas que trabalham com Big Data está relacionado à contratação de experts em análise de grandes dados.

Mesmo assim, muitos gerentes de marketing ou CEOs brasileiros ainda têm receio de implementar ferramentas de data mining – o que significa perda de competitividade diante de pioneiros nessa tecnologia.

Pensando nisso, no artigo de hoje, vamos desmistificar alguns pontos sobre o uso de Big Data para alavancar vendas e mostrar o quão positivamente impactante a Ciência de Dados pode ser para sua empresa.

Propagação da marca na internet

Você já ouviu falar em Marketing de Defensores? Ainda pouco conhecida no Brasil, essa técnica de engajamento consiste na elaboração de estratégias que transformam clientes comuns em verdadeiros “missionários” de sua marca, compartilhando em massa seu conteúdo nas mídias sociais, recomendando-o a amigos e fornecendo feedback sobre seus produtos ou serviços.

Isso pode ser feito com muito mais assertividade quando se tem por trás um poderoso trabalho baseado em Big Data. A partir do monitoramento, análise e processamento da infinidade de dados disponíveis nas redes sociais, torna-se possível segmentar seu público, compreendendo onde seus clientes estão, o que compram e o que esperam de seus produtos.

Da mesma maneira, o cruzamento das centenas de milhares de menções aos seus concorrentes ainda permite enxergar seus pontos fracos por detrás de uma “avalanche” de posts – o que facilita a elaboração de uma linguagem de vendas mais poderosa, que contemple plenamente as questões que o cliente espera solucionar.

Identificação de oportunidades

A avaliação e o cruzamento dos terabytes de dados que circulam no ambiente de sua própria empresa também oferecem informações sobre possíveis oportunidades de mercado que seus rivais ainda não conseguiram detectar.

E, em um universo em que alguns minutos podem ser o diferencial entre ganhar ou perder uma venda, isso significa uma vantagem bastante relevante.

Para ilustrar a questão, basta lembrar que um estudo da Forbes revelou que as companhias que colocam os dados no centro de suas decisões de marketing e vendas melhoram seu ROI de 15% a 20%.

Coleta de dados personalizados

A comunicação unificada, homogênea e aleatória feita por canais de Outbound Marketing – TV, rádio, revistas – não é mais suficiente para trazer um alto retorno sobre o investimento, uma vez que o novo perfil de consumidor é caracterizado por um comportamento altamente difuso, menos fiel às marcas e atuante em todos os canais para adquirir os produtos e serviços de sua preferência (omnichannel).

Nesse novo contexto, é preciso saber capturar os dados dos clientes para, assim, oferecer um produto personalizado, por meio de uma estratégia de vendas também muito mais customizada. Que o digam as empresas de telecomunicações estrangeiras, que coletam os dados de ligações dos clientes, informações obtidas de geolocalizadores e hábitos de uso do aparelho para elaborar ações de marketing, promoções e descontos de acordo com a necessidade de cada usuário.

Isso é aumentar as vendas com inteligência operacional. No Brasil, tardiamente, o setor de telecomunicações começou a despertar para o potencial do trabalho com Big Data Analytics.

Nutrição durante as etapas do funil de vendas

O processo de maturação de seus clientes, em todos os estágios de seu pipeline, certamente será acelerado se a empresa tiver maior consciência de mercado – uma vez que, nesse caso, saberá o que oferecer ao lead ou prospect para aumentar as vendas.

Big Data é visão de negócios, é enxergar o apocalipse antes que ele bata à sua porta!

Gostou do artigo de hoje? O darwinismo do Capital não perdoa desatualização!

Assine nossa newsletter, acompanhe todo o nosso conteúdo e continue sempre um passo à frente de sua concorrência!

Customer Analytics- mini-banner blog (1)

Related Post