Análise e Discussão Dicas

Gerente de Projetos de Big Data: guia para se tornar um

Gerente de Projetos de Big Data
1

Os gigantescos volumes de dados gerados atualmente estão abrindo novos caminhos para muitos negócios neste exato momento, o que tem criado a necessidade de uma nova classe de profissional: o Gerente de Projetos de Big Data.

Para ser completo, este profissional precisa desenvolver novas habilidades, refrescar outras e aprender como se adaptar às necessidades dos projetos de Data Science.

Quer se tornar um Gerente de Projetos de Big Data? No artigo de hoje, vamos apresentar as principais características, habilidades e experiências essenciais para ser um profissional de sucesso nesta área que está revolucionando o mercado!

Qual a formação de um Gerente de Projetos de Big Data?

Um Gerente de Projetos é um profissional multidisciplinar. Você não precisa, necessariamente, ter sido criado na Tecnologia da Informação para se tornar um profissional da área, mas a maioria das vagas disponíveis exigem uma graduação em alguma engenharia ou qualquer área relacionada a ciência.

É preciso também estar em constante processo de aprendizagem. Big Data é um conceito ainda novo e que está sendo desenvolvido e adaptado às necessidades da indústria e do comércio a todo momento. Por isso, é necessário investir em cursos específicos e em capacitação contínua, a fim de estar sempre atualizado com as exigências do mercado.


Leia também: Cientista de dados: que profissão é essa?


Treinamento e desenvolvimento profissional

Graduar-se e continuar buscando cursos de capacitação sobre Big Data pode não ser suficiente para acompanhar a demanda do mercado. Por isso, Gerentes de Projetos com um histórico de treinamentos possuem maiores chances de assumir um papel principal em implantar programas de desenvolvimento de Big Data em suas empresas.

Além disso, um Gerente de Projetos também precisa administrar a educação contínua do seu time de profissionais em Big Data e garantir que todos tenham os conhecimentos necessários para seguir com os trabalhos.

Por isso, ser um bom líder e educador é essencial!

rsz_email-mkt-equipe

Quais as habilidades e experiências necessárias?

Ser um Gerente de Projetos de Big Data eficiente significa muito mais do que possuir alguns certificados. É essencial desenvolver certas habilidades e experiências que irão te destacar dentre a concorrência.

Separamos cinco que consideramos essenciais:

1- Gerenciamento de equipes multidisciplinares

O time de Big Data pode não ser exatamente como uma equipe tradicional de desenvolvimento de software ou de engenharia. Projetos de Big Data podem juntar talentos de várias áreas, como operações, administração, marketing, entre outros.

O objetivo de toda a equipe é fazer com que os dados tenham sentido, e por isso a necessidade de conhecimentos multidisciplinares. E você, como Gerente, deverá saber liderar um grupo diversificado de profissionais para fazer isso acontecer.

2- Visão de Negócio

Com todo o potencial de mudanças e novos negócios que Big Data traz, você precisá de habilidades de marketing, vendas e visão de negócios para competir às vagas de Gerente de Projetos de Dados.

É fácil se perder na parte da análise dos dados, mas um Gerente de Projetos que tenha um papel na linha de frente com o cliente final precisará ajudar a fazer propostas, apresentações de vendas, briefings e principalmente enxergar maneiras de transformar os processos de data mining em vantagem competitiva e rentabilidade para os clientes.

Somado a isso, o time de Big Data ainda precisa saber vender seus projetos internamente e justificar para a empresa o investimento que está sendo realizado e o que a organização poderá ganhar com ele.

3- Conhecimento Técnico: CRISP-DM

Se você já leu nosso artigo sobre o CRISP-DM, provavelmente entendeu porque dominá-lo é essencial para quem quer ocupar uma posição de Gerente de Projetos de Big Data.

Aqui o diferencial está em dominar uma metodologia própria para ocasiões que envolvam data mining. Isso ajuda a estar sempre na ponta dos processos de mineração de dados desenvolvidos por sua equipe para torná-los o mais assertivos, eficientes e inteligentes possível, principalmente nas complicadas etapas de experimentação de hipóteses.

4- Metodologia Agile

A rapidez e flexibilidade proporcionadas pela metodologia ágil são essenciais para o desenvolvimento contínuo, bem como as etapas de (re)desenho do projeto após a fase de testes do item anterior que trabalhos de Big Data exigem.

Trabalhando com projetos tão complexos e com grandes possibilidades de mudança, a capacidade de se organizar e mudar de planos rapidamente é requisito de todo bom Gerente de Projetos de BD.

5- Storytelling

Um bom projeto de Big Data – e, consequentemente um bom Gerente de Projetos de BDA – vai além da análise bruta dos dados. É preciso traduzir os dados analisados e seus resultados, torná-los inteligíveis e facilmente aplicáveis às demandas das organizações. Como fazer isso? Storytelling!

Encabeçando um time de data engineers e data scientists, é importante saber usar Big Data para construir narrativas poderosas e cheias de insights para sua equipe e para seus clientes (internos ou externos).

Para se tornar esse profissional e liderar um time capaz de processar, analisar e perceber informações estratégicas a partir da análise de grandes volumes de dados, você deverá manter em dia seus conhecimentos específicos de Big Data e desenvolver as habilidades e competências que abordamos aqui, essenciais para o seu futuro.

Porém, não se atenha às características e qualificações que listamos acima. Quanto mais diverso o seu background, mais rica será sua experiência!

Quer saber mais sobre os profissionais do mercado de Big Data? Então fique sempre de olho nos conteúdos do nosso blog!+

banner blog (1)

Related Post