Dicas Monitoramento de Redes Sociais

Entenda as diferenças entre a mineração de dados e a pesquisa de marketing tradicional

BLOG - Como-se-beneficiar-das-midias-sociais-na-campanha-eleitoral
0

A mineração de dados, ou data mining, vem modificando a forma como algumas empresas levantam, armazenam e analisam os dados relativos a sua área de interesse na internet. Através da captação, seleção e interpretação estratégica de um grande volume de informações, ferramentas preparadas para colocar o data mining em prática podem fazer muito por empresas que querem desenvolver ações de sucesso.

As oportunidades que a mineração de dados traz para que as organizações saibam mais sobre o mercado e seus consumidores faz com que muitos profissionais cheguem até mesmo a confundi-la com as tradicionais pesquisas de marketing. No entanto, apesar de terem objetivos similares quando o assunto é conhecer o cliente, os dois processos são bem diferentes e podem contribuir de maneiras diversas para os departamentos de marketing e vendas.

 

Os propósitos são similares, mas não são iguais

As pesquisas de marketing tradicionais possuem como principal foco o levantamento de informações para que as empresas possam fazer análises e tomar decisões mais assertivas sobre as melhores formas de desenvolver, divulgar, precificar e distribuir seus produtos e serviços. Para isso, ações como trabalhar com grupos focais, fazer entrevistas e aplicar questionários são bastante utilizadas. Nesse contexto, a mineração de dados também pode ser aplicada, oferecendo maior amplitude a agilidade, permitindo análises quantitativas a partir do processamento de centenas a milhões de dados, além de análises qualitativas que identificam o sentimento de conversas sobre determinado assunto e os tópicos mais abordados.

A mineração de dados é um processo que pode ser utilizado para outros fins que não somente o marketing em vendas pois tem como objetivo principal a identificação de padrões de informação de forma espontânea, ou seja, a partir da análise automática de um grande número de dados. Portanto, o data mining é bem mais abrangente, sendo capaz de fornecer substrato amplo, qualificado e diverso para que uma empresa se torne mais competitiva, desenvolva sua imagem, se associe a outras grandes marcas, entenda as necessidades do mercado, seja descobridora de tendências no segmento, dentre outros benefícios. E isso é feito principalmente através dos dados retirados nas redes sociais.

Ainda, diferentemente do que ocorre na pesquisa de marketing tradicional, na mineração de dados, através do cruzamento destes, são encontradas informações até então inesperadas por causa das análises automatizadas e mais abrangentes.

Por fim, enquanto a mineração de dados traz dados mais consistentes e verídicos, na pesquisa de marketing tradicional estes podem ser viciados uma vez que os questionários, por exemplo, podem ter perguntas e alternativas tendenciosas se não forem bem construídos.

 

As metodologias diferentes

As pesquisas de marketing tradicionais identificam uma necessidade de negócio e, em seguida, utilizam métodos específicos, como pesquisas, questionários, grupos focais, infraestrutura de call centers ou departamento de vendas, para levantar as informações que irão embasar a tomada de decisão posterior.

Por outro lado, a mineração utiliza bancos de dados variados já existentes para outras finalidades e, em seguida, coloca em ação softwares e sistemas que conseguem rastrear, organizar e apresentar essas informações da maneira mais adequada para os processos decisórios. A vantagem está no fato de que um sistema para mineração de dados pode ser educado para que consiga separar o conteúdo que pode ser descartado daquilo que é realmente relevante.

 

A mineração de dados na prática

Um caso para ilustrar a mineração de dados aplicada aos negócios é a captação dos dados nas mídias sociais. Imagine que uma empresa de software precisa lançar um novo tipo de ERP, que é um sistema que integra todos os processos de um negócio em um único lugar para facilitar a gestão. Ela precisa saber o que as pessoas falam sobre o tema, suas dúvidas, desejos e expectativas, bem como a ação da concorrência e o que pensam os clientes dela.

Uma pesquisa rasa nas comunidades nas redes sociais só é capaz de verificar uma fatia muito pequena das informações. Assim, a mineração de dados faz uma varredura geral, a partir dos temas escolhidos, ajudando a selecionar o que é relevante, a classificar e a realizar análises e relatórios. Dessa forma, torna-se possível ter um conhecimento amplo, real, qualificado e certeiro para ser usado pela empresa de ERP para lançar um novo produto que tenha demanda e gere lucros.

Outro exemplo bem-sucedido é a prática de muitas empresas de e-commerce que conseguem informar aos visitantes das lojas online que as pessoas que gostaram de um determinado produto também gostaram de outros itens disponíveis, tudo isso a partir de dados gerados em relatórios de acesso.

No caso das pesquisas tradicionais de marketing, é só você se lembrar das empresas que reúnem clientes ou pessoas dentro de seu perfil de consumo para fazer grupos focais ou entrevistas individuais no intuito de compreender melhor as motivações para a compra. Nesse caso, a mineração aprofunda a pesquisa, ajudando a identificar o perfil dos clientes, o seu sentimento em relação à determinada marca, produto ou serviço e o que fala sobre eles.

 

Escolhendo a melhor alternativa para os objetivos

Ao conhecer as diferenças entre o data mining e as pesquisas de marketing, o mais importante é saber que os dois processos podem trazer valor para a organização desde que usados da forma adequada.

Embora atendam a necessidades mais pontuais e tenham um potencial limitado de levantamento de informações, as pesquisas de marketing podem ser adequadas para produtos ou serviços cujos dados colhidos através do data mining não sejam fonte de informações valiosas para o negócio. Isso também varia conforme o porte da empresa.

No entanto, a evolução na mineração de dados nos últimos anos mostra que as empresas que adotam esse processo possuem à disposição uma quantidade sem precedentes de informações sobre o comportamento dos consumidores e seus hábitos de compra, garantindo diferenciais competitivos e maiores chances de alcance do crescimento sustentável.

Mineração de dados não é uma simples pesquisa. Como no garimpo, muitas coisas serão encontradas, depois analisadas mas apenas algumas serão lapidadas, ou seja, apenas aquilo que tem valor vai ser usado.

 

Baixe_aqui_seu_Ebook_10_benefícios