Análise e Discussão Big Data

Entenda por que Big Data mudou para sempre o marketing e a publicidade

city-marketing-lights-night-large-hekima-bigdata
2

Os negócios que utilizam Business Intelligence vem vivendo a sua ‘era dourada’. A tomada de decisões dentro das corporações nunca esteve tão avançada.

Big Data Analytics revolucionou a forma como as empresas procuram entender os seus clientes e, dentre os diversos segmentos que aprimoraram sua cadeia de processos com a tecnologia, um dos upgrades mais notáveis foi no setor de Marketing e Publicidade Digital.

A tecnologia otimizou diversas rotinas dentro do setor. Fazer marketing passou a ser um processo muito mais engajado e preciso, onde o uso das ferramentas de análise de dados possibilita às empresas um nível cada vez maior de conhecimento do consumidor e a total compreensão de suas necessidades e preferências.

Entenda o porquê neste artigo.

A mudança na forma de entender o consumidor

As práticas tradicionais utilizadas pelos times de marketing para pesquisar tendências e entender o consumidor estão dando espaço a novos métodos mais sofisticados e automatizados, visto que entender os motivos reais que levam o cliente a consumir determinados serviços exige uma análise mais específica e maior riqueza de informações.

O uso de soluções de Big Data Analytics tornou possível a análise de dados não estruturados oriundos de diversos processos internos – como vendas, relacionamentos e atendimento aos clientes – e também de fontes externas, como blogs e redes sociais, sendo estas uma das mais importantes fontes, uma vez que trata-se da linguagem natural do consumidor, ou seja, a expressão do que ele realmente pensa a respeito daquilo que está sendo analisado, seja um serviço ou um produto.

A integração entre os sistemas de informação – como os ERPs – e as ferramentas analíticas incorporadas ao processo de marketing trouxe a possibilidade de entender os reais motivos que levam os clientes a comprarem o que compram. Uma vez entendidos os efeitos destas ações, é possível mapear os passos do consumidor a partir da observação cirúrgica de informações que dificilmente seriam estudadas, ora em função de seu volume, ora em função da dificuldade de serem obtidas.

Avaliando o que é realmente efetivo

Quando um consumidor passa a pesquisar na web sobre algum produto específico, pode-se constatar que a decisão de comprá-lo já foi tomada, bastando, para a concretização desta, que ele encontre a característica-chave que vai levá-lo a conversão, seja esta o preço do produto, uma opção de entrega satisfatória ou uma forma de pagamento mais vantajosa, por exemplo.

Muitas empresas costumam investir na análise reativa dos resultados obtidos nos últimos processos de uma compra, sem procurar mapear com muita precisão todo o processo que levou à compra, processo este que pode levar muito tempo desde a decisão de compra até a concretização da mesma. É esse lapso temporal que, de certa forma, acaba levando a uma visão míope dos reais motivos influenciadores.

Esse processo analítico é, na maioria das vezes, superficial e acaba limitando bastante os resultados que poderiam ser obtidos com um marketing baseado em grandes dados e, consequentemente, mais direcionado.

Modelos de atribuição e segmentação de conteúdo

Os modelos de atribuição permitem avaliar toda a jornada do consumidor até o momento da compra de forma automatizada e em tempo real. Quando alimentados com os dados precisos que ferramentas de Big Data Analytics podem promover, esses modelos permitem entender rapidamente quais etapas chamaram mais a atenção do usuário.

Uma vez que este processo pode ser executado continuamente, sendo alimentado com dados em tempo real, cada ciclo de análise realiza comparações novas e filtra melhor as informações, promovendo cada vez mais exatidão na compreensão do que é realmente efetivo no processo e abstraindo as informações irrelevantes.

Isto, por conseguinte, permite a redução de custos com processos pouco efetivos e um maior investimento nos que fazem realmente a diferença, aumentando o ROI das estratégias de marketing e diminuindo as taxas de churn consideravelmente.

As ferramentas de análise de dados influenciadas pelo uso de Big Data mudaram o mercado de marketing e publicidade digital para sempre. Muitas das práticas que até então compunham o modelo tradicional das campanhas publicitárias – principalmente no setor de pesquisas – estão sendo otimizadas para dar lugar a métodos consideravelmente mais avançados, que tornam entender o comportamento e necessidade das pessoas um processo muito mais ágil e menos engessado.

Você já vivenciou experiências profissionais com empresas de marketing que usufruíram dos benefícios do Big Data apresentados neste artigo? 

Transmita o conteúdo para a sua rede: compartilhe nosso conteúdo nas redes sociais! 

Baixe_aqui_seu_Ebook