Análise e Discussão Big Data

Quais os benefícios de Big Data Analytics para empresas de saúde?

med
0

Por meio dos mais variados tipos de dispositivos, atualmente vivemos cada vez mais conectados à internet e geramos dados que se espalham em uma velocidade impressionante por toda a rede. É um volume de códigos que isoladamente podem não fazer muito sentido, mas com a leitura adequada e o uso assertivo, são capazes de otimizar o desempenho de negócios de todas as naturezas, inclusive empresas ligadas à saúde.

As soluções customizadas de Big Data Analytics podem ser desenvolvidas sob medida para atender às demandas de clínicas especializadas, grandes hospitais e até mesmo administradoras de planos de saúde. Reunir, organizar, processar e visualizar dados são ações com grande potencial para aprimorar a performance de todas as instituições de saúde. Uma oportunidade de aplicar tecnologias mais inteligentes a favor dos pacientes e do negócio. Confira alguns dados sobre o uso de Big Data na área da saúde e saiba mais sobre como essa parceria pode transformar o atendimento médico:

Como Big Data Analytics pode beneficiar as empresas de saúde

Como vimos no artigo Big Data no combate a doenças e epidemias, a parceria entre Big Data e medicina já está mais do que consolidada. A análise e o cruzamento de informações são capazes de fornecer pistas para compreender o desenvolvimento de doenças, auxiliar profissionais de saúde a tomar medidas de contenção no avanço de epidemias e até mesmo melhorar a assistência dada aos pacientes, evitando custos extras com internações. Para além desses aspectos, pesa o fato de que os próprios pacientes começaram a usar dispositivos portáteis para monitoramento da saúde e, dessa forma, produzem uma série de dados que têm potencial para evidenciar como a instituição de saúde pode oferecer serviços médicos mais personalizados.

Já se sabe que a expectativa dos pacientes é por uma experiência positiva nos serviços de saúde, com um atendimento mais individualizado e com as vantagens da conveniência. As instituições de saúde que aceitaram o desafio de dar tratamento aos dados conseguiram empregar essas informações com sucesso, adotando tecnologias para adequar o atendimento às necessidades de cada paciente. Os resultados são satisfatórios em todos os níveis, inclusive nos financeiros — refletidos diretamente no ROI (Return on Investment).

Por que incorporar essa tecnologia?

Com a chegada dos wearables e apps de saúde, os médicos têm motivos de sobra para estarem otimistas. Os dispositivos fazem com o que os pacientes mantenham-se mais comprometidos com o próprio bem-estar e isso gera resultados surpreendentes. O monitoramento das condições físicas e dos sinais vitais são a principal razão dos pacientes utilizarem aplicativos em smartphones, e a tendência é que esse tipo de uso se difunda ainda mais.

Nesse contexto, é fundamental que as empresas do segmento de saúde adquiram técnicas para aprender a lidar com os dados oriundos desses dispositivos e aplicativos para filtrar a informação e permitir que se faça uma análise mais ampla, trazendo insights valiosos para a instituição. Incorporar novas ferramentas e técnicas mais adequadas para análise dos dados gerados pelos pacientes é uma das formas de empregar tecnologias inteligentes em benefício do negócio.

Pesquisa traz dados relevantes sobre o uso de Big Data na saúde

A Accenture Healthcare IT Vision 2015, uma pesquisa anual sobre tendências de tecnologia, traz dados interessantes sobre o uso de Big Data na saúde. Enquanto 45% dos executivos da área consultados afirmaram que fazem análise preditiva, mais da metade de todos os entrevistados (59%) disseram que já usam sistema de algoritmos com o objetivo de fazer softwares operarem com mais inteligência — e 73% de todos os executivos de saúde relataram ter obtido um ROI positivo depois de investir em tecnologias como dispositivos móveis do tipo wearables.

Os depoimentos da pesquisa dão a entender que, quando essa explosão de dados é acompanhada por avanços na capacidade de processamento e análise, as empresas de saúde possuem grandes chances de tomar decisões melhores e oferecer aos pacientes uma assistência médica com qualidade mais elevada.

O grande fluxo de dados demanda profissionais qualificados e equipamentos com tecnologia avançada que sejam capazes de apoiar uma análise de dados eficiente. A revolução digital tem potencial de desencadear avanços na assistência médica e proporcionar um atendimento mais personalizado ao paciente, basta que as instituições de saúde administrem com eficácia ferramentas e recursos de Big Data Analytics para obter esses benefícios.

E então? Conseguiu compreender melhor as vantagens de Big Data para as empresas de saúde? Descubra mais e saiba como o Big Data contribui para um mundo melhor, oferecendo benefícios em escala global. Veja também como Big Data Analytics é capaz de ajudar as empresas e não deixe de comentar quando quiser dividir experiências ou tiver dúvidas!

mini-banner blog