Análise e Discussão Big Data

Qual a importância de ter uma cultura de Big Data em todas as áreas da empresa?

0

Big Data, ou “Megadados” em português, é um termo usado para descrever o crescimento, a disponibilidade e o uso de grandes volumes de informação armazenada.

A promessa do conceito de Big Data Analytics parece bastante simples: recolher o máximo de dados diversificados e não estruturados, a partir de diversas fontes, e analisá-los para encontrar novos padrões, indicativos de tendências e bases para inovação.

Embora crescendo rapidamente, ainda são poucas as organizações que realmente estão se beneficiando de avanços em BI (Business Intelligence) e BDA, um paradigma que tende a mudar com o acirramento crescente da concorrência.

Segundo um levantamento realizado no ano passado pela Economist Intelligence Unity em conjunto com a Teradata e mais 362 líderes de negócios, o esforço deve começar no topo. Uma posição firme e dinâmica é essencial para a criação de uma cultura que realmente use os dados e os fatos como a base primária para a tomada de decisões no negócio.

Mas o desafio do uso de Big Data não termina na sala de reuniões. Grande parte das organizações de melhor desempenho e apoiada em dados entende que os colaboradores também precisam estar envolvidos no esforço. Os funcionários devem recolher novos dados disponíveis e associá-los a informações já armazenadas, alinhando o resultado com os objetivos do negócio.

A importância de Big Data

Com apenas uma comparação já é possível imaginar a importância de ter uma cultura de Big Data em todas as áreas da empresa. Veja:

Um estudo estimou que até 2024, os servidores empresariais do mundo vão processar anualmente o equivalente digital a uma pilha de livros que se estenderia até mais do que 4.37 anos-luz, uma distância equivalente até Alpha de Centauri, o sistema estelar mais próximo da Via Láctea. Isso é uma quantidade quase impensável e imensa de dados para reunir ou analisar — e, principalmente, entender!

A quantidade de informações de hoje já exige um profissional capaz de transformar e entender os dados disponíveis: o(a) Cientista de Dados. Ciência de dados é a disciplina de extração de conhecimento não trivial de dados, e muitas vezes esses dados são complexos e volumosos demais para ajudar em uma tomada de decisão. Trata-se, portanto, de uma série de etapas principais, incluindo negócios, compreensão e modelagem desses dados.

Há vinte anos, os estatísticos tinham uma função semelhante ao cientista de dados, mas hoje essa tarefa é impossível sem a ajuda da tecnologia de Big Data e Business Intelligence. Uma estratégia que lida com um volume tão grande de informações e atua de maneira tão decisiva no negócio não pode ficar restrita a um setor ou grupo reduzido de profissionais.

Desenvolver uma visão empresarial e cultural

Uma vez que a empresa tenha em mãos as ferramentas, habilidades e cultura necessárias para dirigir uma organização baseada na análise, ela estará pronta para chegar ao objetivo final de qualquer iniciativa de Big Data: ser criativo e inovador com informações e continuamente encontrar maneiras de alavancar suas capacidades focada em dados concretos.

Sua empresa já entendeu a importância de adotar essa cultura em todas as áreas? Quer entender ainda mais? Assine nossa newsletter e nos siga nas redes sociais para receber nossos materiais em primeira mão.

Baixe_aqui_seu_Ebook_10 (1)