machine learning

Machine Learning: tudo que você precisa saber

Machine Learning, ou Aprendizado de Máquina, é uma área da computação que tem recebido tanta atenção recentemente que seus profissionais já estão até posando para comerciais de perfume.

Neste artigo, falaremos sobre esse assunto de maneira intuitiva, simplificando a complexidade por trás do tema, e daremos um panorama de como e em quais situações, técnicas de machine learning podem ser utilizadas.

4811
3

A evolução de Business Intelligence para Data Science

“Inicialmente, eu não via muita diferença entre análise de BI e Data Science. Eu achava que poderia tranquilamente não escrever um livro sobre Big Data – porque o fato é que as ferramentas de análise e as abordagens usadas não são tão diferentes no caso desses grandes conjuntos de dados armazenados. Mas, quando passei a falar com empresas e com data scientists, percebi que realmente existem algumas diferenças fundamentais – algumas que ainda precisam ser mais articuladas e outras que já estão em evidência”.

2951
1
cientista de dados

Cientista de dados: que profissão é essa?

*Este artigo foi originalmente publicado em 27/01/16 e seu conteúdo foi atualizado e estendido em 03/07/2017

Processar, analisar, perceber. O Data Scientist, ou cientista de dados em português, é um profissional que ainda está em plena descoberta. Tanto do mercado, quanto de si mesmo.

Não basta dominar as ferramentas de análise de Big Data ou ser especialista na gestão de estatísticas complexas. É preciso mais.

18318
112

Pra fechar o bolão: aqui estão os vencedores do Oscar 2017

Em seu último artigo, Luiz Mendes, data scientist da Hekima, utilizou as features do Rotten Tomatoes para analisar a relação entre as notas dadas a filmes no site e as chances de eles vencerem o Oscar de Melhor Filme.

Pensando em tornar mais robusta esta análise preditiva, além de expandi-la para os prêmios de Melhor Ator e Melhor Atriz, Mendes criou um modelo preditivo baseado nos valores do Tomates Podres Rotten Tomatoes todas as features relativas às principais premiações da indústria do cinema. Estamos falando do Screen Actors Guild (SAG), do Golden Globe, do New York Film Critics Circle Awards (NYFCC), do British Academy of Film and Television Arts (BAFTA) e do National Society of Film Critics (NSFC).

551
Add
Usando Big Data para analisar o Rotten Tomatoes e prever os ganhadores do Oscar

Análises com Rotten Tomatoes: é possível prever os favoritos ao Oscar com Big Data?

Finalmente chegamos àquela época do ano. Podemos chamá-la de “carnaval dos cinéfilos”, ou simplesmente de “aquela época em sabemos que torcemos para o DiCaprio ser um dos ganhadores do Oscar”.

A época das premiações mais importantes do mundo do cinema.

Que tal aproveitar o clima cinematográfico para fugir dos palpites infudados e utilizar Big Data para analisar os (mais) prováveis ganhadores do Oscar?

950
Add
Big Data e Black Friday

Big Data e Black Friday: dados ajudam a sua empresa a viralizar vendas

De alguns anos para cá, a Black Friday, tradicional dia de vendas do varejo norte-americano, tem ganhado força também no mercado brasileiro.

A oportunidade de atrair mais clientes e alcançar picos de vendas de produtos e serviços com descontos especiais (quando não se tratam de “black fraudes”) é cada vez mais valorizada entre as empresas daqui.

1143
1
indústria de alimentos

Big Data: ingrediente secreto da indústria de alimentos

Você já parou para pensar sobre como franquias mundiais de restaurantes e lanchonetes, como o McDonald’s, conseguem manter a qualidade de seus alimentos, independentemente do país ou região?

Ou como os processos agrícolas se modernizam constantemente, a fim de atender demandas cada vez maiores (ou mais famintas) de mercados consumidores?

Big Data é uma tecnologia intrínseca às respostas destas perguntas, como você verá neste artigo.

1608
2

4 fatos que você precisa saber ao trabalhar com dados

O valor de um banco de dados inteligente, automatizado e organizado para a produção de insights decisivos está cada vez mais claro para o mercado.

Profissionais de diversas áreas e empresas estão começando a entender que, na era da informação, processar e analisar dados em planilhas de excel já não é o suficiente para suprir as demandas de um negócio data-driven.

1328
1