machine learning

Machine Learning: tudo que você precisa saber

Machine Learning, ou Aprendizado de Máquina, é uma área da computação que tem recebido tanta atenção recentemente que seus profissionais já estão até posando para comerciais de perfume.

Neste artigo, falaremos sobre esse assunto de maneira intuitiva, simplificando a complexidade por trás do tema, e daremos um panorama de como e em quais situações, técnicas de machine learning podem ser utilizadas.

5307
3
business intelligence e big data

Business Intelligence e Big Data: qual a diferença?

Qual a diferença entre Business Intelligence e Big Data? Você sabe responder essa questão?

Apesar de lidarem diretamente com dados e estratégia, os dois conceitos, que vem ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios, tratam de assuntos, técnicas e formas de trabalhos bastante diferentes.

No artigo de hoje, você vai entender tudo sobre essa diferença entre Business Intelligence e Big Data e descobrir porque uma parceria entre eles pode impulsionar sua análise de dados de forma surpreendente!

8786
22

Big Data empresta poder aos heróis

Hulk, Capitão América, Viúva Negra, Homem Aranha. Quem gosta de quadrinhos não perde de vista o HQ do seu personagem preferido, nem resiste aos lançamentos de filmes dos heróis da Marvel.

De 2008 – ano de lançamento do primeiro Homem de Ferro – até hoje, mais de US$ 9 bilhões de dólares foram faturados nas bilheterias mundiais com os filmes da empresa. Desde então, já são 12 longa-metragens contando as sagas de protagonistas nos quadrinhos.

E não é somente o martelo de Thor que dá poderes aos filmes da companhia. No artigo de hoje, você vai entender porque Big Data Analytics é tão importante para esse sucesso quanto a inteligência fora de série de Tony Stark.  

935
1
big data e netflix

Big Data e Netflix: uma parceria de sucesso

A Netflix, um dos maiores serviços de streaming de vídeos do mundo e com presença em mais de 130 países, superou os 75 milhões de assinantes.

Atualmente, a plataforma gera 37% de todo tráfego, em horário de pico, da internet dos EUA e alguns usuários chegam a consumir cerca de 45 GB de dados por mês. Seu valor no mercado já supera a casa dos US$ 40 bilhões e, só no primeiro trimestre de 2015, 10 bilhões de horas foram assistidas no aplicativo.

Os números da empresa americana, que foi criada em 1999, impressionam. Estes resultados são possíveis graças à qualidade do serviço, que é otimizado constantemente. A empresa conhece o comportamento do seu consumidor e têm uma visão ampla e geral do produto que oferece. Como conseguiram isso? A resposta é simples: uma parceria entre Big Data e Netflix!

5077
18