Vale a pena colocar seu filho pequeno em uma escola particular?

Ingressar o seu filho no processo escolar ainda é uma etapa que gera muitas dúvidas. Afinal, qual a idade ideal para o seu pequeno começar a frequentar a escola? Será que colocá-lo em uma instituição privada é um desperdício de dinheiro? Para esclarecer suas dúvidas, trouxemos algumas informações bem interessantes sobre o assunto. Veja tudo a seguir:

A educação é um processo cuidadoso que deve ser estabelecido em três âmbitos: o escolar, o familiar e o social. Assim, a criança pode ter um desenvolvimento completo e sem grandes dificuldades de construção pessoal.

O primeiro contato que a criança tem com processo educativos é no âmbito familiar e por isso, os país devem estar muito atentos a formação pessoal do filho.

Logo em seguida, vem o âmbito social, que dirá respeito ao convívio com os outros e como essa criança estará vivenciando as suas experiências em conjunto.

Por último, virá o âmbito escolar, um momento totalmente novo para a criança. Nessa etapa, as descobertas e aperfeiçoamento de habilidades são essências.

Qual a idade indicada para ingressar na escola?

O primeiro ponto para o qual o pai deve estar atento ao pensar em realizar a matrícula web 2022 é a faixa etária da criança. Muitos pais preferem colocar os filhos na escola muito cedo, seja por necessidade ou por escolha própria.

E isso nem sempre é um problema, mas vale a pena enfatizar que a idade mais recomendada é entre 3 a 4 anos, pois a criança já está em outra etapa do seu desenvolvimento cognitivo.

Nessa fase da infância, os pequenos estão conhecendo o mundo da leitura, da interpretação de texto e do próprio convívio diário com os coleguinhas.

Mas será que vale mesmo a pena colocar o seu pequeno em uma instituição privada de ensino?

No país, ainda existe um diferencial muito grandes escolas públicas e privadas. Considerando essa informação, podemos afirmar que na escola particular, o seu filho estará contando com uma equipe apta para dar atenção as suas necessidades.

Além disso, as salas de aula são menos lotadas, proporcionando um aproveitamento geral maior para os pequenos que frequentam as aulas diariamente, por isso a importância de realizar a pré-matrícula 2022 do estudante com antecedência.

As escolas voltadas para o ensino infantil estarão ainda promovendo diversos projetos para os pais e para as próprias crianças começarem a descobrir as suas afinidades.

Por isso, quem pensa que a escola nessa etapa é um desperdício, vale a pena ressaltar que pode ser um grande investimento no desenvolvimento pessoal e cognitivo do seu pequeno!


Veja como você pode ajudar seus filhos a se saírem melhor na escola

Se você é do tipo de pai que gosta de acompanhar tudo do seu filho em relação à escola, e está sempre buscando formas de participar da formação escolar dele, trouxemos algumas dicas que podem te ajudar!

É importante dar um direcionamento para os nossos pequenos e com algumas dicas simples, você pode ajudar a melhorar o desempenho dele nas matérias.

O seu filho está indo mal ou precisa melhorar alguma nota na escola? Bem, isso é normal e você não precisa se desesperar, basta saber como agir para mudar a situação.

Quando você participa da vida escolar do seu filho, a probabilidade de que ele passe a se sair melhor nas atividades escolares é alta. Vamos aprender o que fazer desde o começo!

DICA 1 – Conheça o ambiente escolar da criança

Muitas vezes, problemas na escola são provenientes de má adaptação, novos desafios e até a prática de bullying. Para saber como melhorar o desempenho do seu filho, é preciso entender a causa dele estar indo mal.

O ideal é que você possa visitar a escola vez por outra, para conversar com a direção e os educadores. Não esqueça de levar em consideração a opinião do seu filho. Busque saber do problema na fonte e compare com o que for conversado junto a equipe pedagógica.

DICA 2 – Complemente a grade curricular

Identificado o problema, será hora de agir também em relação ao aprendizado. Ter dificuldade em determinada matéria é normal e você pode ajudar complementando o que foi passado na escola com apostilas.

Uma boa opção é utilizar o Caderno do Aluno, um recurso prático que pode aumentar as notas do seu filho na escola, se usado constantemente como prática de exercícios.

DICA 3 – Busque por aulas para matérias isoladas

Para quem dispõe de um dinheirinho extra e quer investir na educação da criança, é válido procurar aulas de matéria isoladas para ajudar.

Existem algumas opções em conta e o Caderno do Aluno também pode ser usado para praticar depois os assuntos vistos em sala de aula.

DICA 4 – Ajude a criar um cronograma de estudos

Sem organização fica difícil obter bons resultados, portanto auxilie o seu filho a estabelecer um horário diário para revisar as matérias da escola.

Lembre-se de dar prioridade aos conteúdos que ele tem dificuldade e se possível crie um ambiente confortável para o estudo. Pode ser uma mesinha organizada em um canto iluminado da casa!