Author Archives: Juliano Ferreira

About Juliano Ferreira

[Hekimers #2] Raphael Campos, cientista de dados da Hekima, fala sobre o dia a dia da profissão

Paulistano de nascimento e mineiro de coração, Raphael Campos é um dos cientistas de dados da Hekima. Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Viçosa e Mestre pela Universidade Federal de Minas Gerais, na área de machine learning (aprendizado de máquina), em um ano de empresa ele já participou de projetos com grandes clientes, como Ambev, Saint-Gobain e Somos Educação.

Batemos um papo com Raphael para conhecer um pouco do trabalho de um cientista de dados. Tem interesse em se tornar um data scientist, ou mesmo entender como é a rotina de um profissional de Ciência de Dados? Então leia a entrevista abaixo!

 

5429
2
ivan moura campos

[Hekimers #1] Mestre Yoda brasileiro: Ivan Moura Campos, co-founder da Hekima, recebe título de Professor Emérito da UFMG

Um dos pilares da Hekima responde pelo nome de Ivan Moura Campos. Inspiração diária para sócios e colaboradores, o co-founder e “Senior Nerd” (como ele mesmo se chama) da empresa dá o exemplo de como ser um fora de série e ir além de todas as expectativas, seja no meio acadêmico, seja na iniciativa privada.

746
Add

Jovens da Hekima são finalistas do Prêmio Valuable Young Leaders!

A Hekima é referência em Big Data e Inteligência Artificial não por acaso. A empresa possui uma cultura inovadora, é vanguardista na adoção e aplicação de tecnologias de ponta e, ainda mais importante, conta com colaboradores fora de série.

Prova disso é que dois de seus funcionários, Bruno Laporais e Marcos Melo, fazem parte do seleto grupo de finalistas do Prêmio Valuable Young Leaders!

437
1

Assista agora à aula sobre Data Science com Rachel Horta, CEO da Hekima!

Você sabe qual é a diferença entre uma análise de Business Intelligence e o trabalho realizado pelos Data Scientists?

Diversas empresas, como Amazon, Airbnb, OkCupid, Facebook, VivaReal e Elo7 estão usando métodos de aprendizagem de máquina para direcionar suas decisões, aprimorar serviços e otimizar seus produtos. Mas como evoluir de Business Intelligence para Data Science na minha empresa ou na minha carreira?

807
3
okcupid

O que a OkCupid nos conta sobre amor e sexo por meio de visualização de dados e data storytelling

OkCupid é um dos principais sites/aplicativos de relacionamento do mundo – e deve muito de seu sucesso aos dados. Independentemente do que o usuário ou usuária deseja – seja encontrar sua alma gêmea ou apenas buscar alguém para esquentar sua noite –, a “mágica do algoritmo” está lá para ajudá-lo(a), da forma mais “científica e matemática” possível, a obter sucesso na intrépida jornada de descobrir outra pessoa com interesses similares.

602
3

Data preparation: alicerce dos projetos de Big Data

No artigo sobre tendências de Big Data em 2017, a primeira a aparecer é data preparation, ou preparação de dados.

O primeiro lugar não é por acaso. Data preparation tem se tornado uma prioridade cada vez maior das empresas dispostas a trabalhar com a coleta e análise de dados.

As razões para o aumento da importância dada à preparação de dados? É o que você encontrará neste artigo.

561
11
tendências de Big Data em 2017

8 tendências de Big Data em 2017

Empresas que investem em soluções de Big Data já estão, naturalmente, na vanguarda do mundo de negócios. Essa posição, no entanto, é dinâmica e quem quer se manter na linha de frente da tecnologia já está de olho nas tendências de Big Data em 2017.

Pensando nisto, conversamos com Thiago Cardoso, Daniel Galinkin e Gabriel Campos, cientistas de dados da Hekima, para saber dos especialistas quais serão as principais novidades no trabalho com grandes volumes de dados.

Quer descobrir o que surgirá de novo e o que perderá força, neste ano, em relação a Data Science? Então leia o artigo de hoje!

640
5
estatística

Ace! Como a Estatística influencia o vôlei

Aqui no blog, abordamos diversas vezes a aplicação de Big Data e estatística no mundo do esporte, tanto para a evolução de seu aspecto business quanto para a melhoria do desempenho de atletas (clique aqui para acessar um compilado dos nossos conteúdos acerca do tema).

A fim de continuarmos aprofundando esta rica discussão, conversamos com Breno Ferreira, educador físico que atuou como estatístico e analista de desempenho na equipe de vôlei do Minas Tênis Clube. Breno nos contou um pouco do trabalho realizado no time mineiro de coleta e análise de dados para otimização da performance dos jogadores.

A seguir, a entrevista na íntegra.

551
Add